A EROSÃO INTERNA DA BARRAGEM DE BALDERHEAD: UMA ANÁLISE EM TERMOS DA DISTRIBUIÇÃO DOS VAZIOS E DA ANÁLISE DE CARREAMENTO

Marcos de Ávila PIMENTA FILHO
Engenheiro Civil, M.Sc. – Pimenta de Ávila Consultoria Ltda.

Joaquim Pimenta de ÁVILA Consultor, M.Sc.– Pimenta de Consultoria Ltda.

Ciro HUMES
Consultor e Professor, D.Sc.– WorleyParsons Engenharia, Centro Universitário da FEI e Instituto Mauá de Tecnologia.

Terezinha ESPÓSITO
Engenheira Civil, D.Sc. – Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

RESUMO

O problema da filtragem é geralmente abordado em termos de diâmetros dos materiais do solo base e do filtro. Silveira (1964) desenvolveu uma metodologia geométrico-probabilística a partir da qual é possível simular o carreamento de partículas de um solo até encontrar um vazio no filtro que restrinja seu transporte. Este trabalho apresenta uma avaliação sobre o processo de piping ocorrido na Barragem de Balderhead sob o ponto de vista da distribuição dos vazios e do carreamento das partículas. Com base nas análises realizadas, verificou-se que parcela considerável das partículas do núcleo da barragem estaria sujeita a carreamentos maiores que a espessura do filtro implantado, fato que apresenta boa concordância tanto em relação ao evento observado em campo como frente ao “Critério Clássico de Terzaghi”.

Para baixar esse o artigo completo CLIQUE AQUI

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário